Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CENSURAS CRUEIS


A nossa mente nos prende em sua clausura,
Tirando-nos o gosto pela vida,
Tornando-nos pessoas desvalidas
Prisioneiras de suas censuras.

Monstros cruéis, que procuram anular.
A liberdade de viver a vida
De tornar nossa existência colorida,
De impedir nossa vontade de voar.

De voar até chegarmos às alturas
Da total liberdade
Da total ternura

De quebrarmos os grilhões que nos impedem
De amar incondicionalmente sem suas censuras,
De voltar a nos amar, amar, amar.

24.06.04
Tadeu Costa
Enviado por Tadeu Costa em 10/10/2005
Código do texto: T58576
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tadeu Costa
Recife - Pernambuco - Brasil, 73 anos
97 textos (7724 leituras)
2 e-livros (226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:57)
Tadeu Costa