Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESFUZIANTE DEUSA


Quanto te amo esfuziante deusa!
Amo-te tanto quanto amava antes,
Jamais saíste da minha cabeça,
Nunca esqueci o teu doce semblante.

Quisera poder estar contigo sempre,
Sentir cada momento tua energia fulgurante.
Pra mim não mudas, és a mesma sempre.
O aspecto é secundário na mulher amante.

Pra mim não me conforma o estar em minha mente.
Imagem tua para mim distante.
Pois sinto em mim desesperadamente.

O medo de perder a amada amante
Primeira de meu ser de ontem, hoje e sempre.
Que quero em minha vida mais constante.


20.03.2004
Tadeu Costa
Enviado por Tadeu Costa em 10/10/2005
Código do texto: T58580
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tadeu Costa
Recife - Pernambuco - Brasil, 73 anos
97 textos (7723 leituras)
2 e-livros (226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:46)
Tadeu Costa