Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Volúpia de um colibri

Um colibri perdido de paixão
Em mutação, uma flor o transformou 
Inebriado de néctar ficou
Beijou a flor e transfiguração!

Do néctar que sugava transmutou-o
Nas pétalas brancas infiltrou-se
Torpor dionisíaco congelou-o
À essência floral incorporou-se

Embebida a essência embriagadora
Nada houve que o fizesse retornar
Pois suas cores fixaram-se nas cores

Da belissima flor que o conquistou,
Fotografei, beleza em resplendor,
Transcendeu, agora é eterna Flor
Cabeça de poeta
Enviado por Cabeça de poeta em 23/08/2007
Reeditado em 30/08/2007
Código do texto: T621049

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Osvaldo Brito, http://osvaldobrito.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cabeça de poeta
Fortaleza - Ceará - Brasil, 64 anos
185 textos (29672 leituras)
1 e-livros (44 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 13:18)
Cabeça de poeta