Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sob o fio da espada

O poema que me espere
enquanto eu não o ingerir!
Tenho fome de intempérie
e abomino o souvenir!

Pobre de mim, esquizofrênico,
não bebo nem recuso
um bom cálice - difuso -
de vinho tinto... de arsênico!

Enquanto a sede não luta
e o terremoto não traduz
no livro da vida - nada...

ofereço ao poema a cicuta
com que ele escapa da cruz
e deita sob o fio da espada...
Marcelo Moraes Caetano
Enviado por Marcelo Moraes Caetano em 25/08/2007
Reeditado em 26/08/2007
Código do texto: T623832

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (MARCELO MORAES CAETANO). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Moraes Caetano
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
246 textos (13413 leituras)
87 áudios (5938 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 08:27)
Marcelo Moraes Caetano