Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor eterno amor

Ai, amor que me consome a alma!
Tua fúria traduz em ares profundos
Meu olhar por horas foges do mundo
Sou prisioneiro da paixão exacerbada.

Ai, amor eterno amor!...
Já me abrigas por longo e tenebroso tempo
Nem que eu fique eternamente em silêncio
Não suportaria tamanha dor.

Que amor estranho e oceânico
Assintomático, misterioso e profano
Tua chama queima e me afoga em lágrimas

Não sou um rei, apenas um mero sonhador
Que apenas vive enclausurado nesse amor
Um poeta apaixonado solitário e sem nada.
Nelson Rodrigues de Barros
Enviado por Nelson Rodrigues de Barros em 28/08/2007
Código do texto: T627435
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson Rodrigues de Barros
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
586 textos (36380 leituras)
6 áudios (1110 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 01:34)
Nelson Rodrigues de Barros