Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

teus caminhos

teus caminhos


José Leite Netto



o que me diz este poema um sonho antigo
Minotauro do ar Creta que não se dissipa
labirinto de mim solidão sem saída
carruagem de fogo negros olhos de Circe


oculto-me feito traça perene destino
celeste louco solto na dança dos astros
um touro bravo preso à acha de dois gumes
com sete ninfas a dançarem comigo


segue-se o barco no mar dédalo e enigma
onde um mágico fio a se desenrolar sigo
metade lua e sangue mancham teus caminhos

infinito e tempo chama-se meu nome
mito é poeira por debaixo das coisas
feito rio que não cessa e sendo rio continuo.
José Leite Netto
Enviado por José Leite Netto em 07/09/2007
Código do texto: T642467
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Leite Netto
Fortaleza - Ceará - Brasil, 43 anos
13 textos (3833 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 10:12)
José Leite Netto