Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Versos Ao Vento, Amor ao Relento

Não pise em meus versos em prosa
Pois mais me machuca o coração
Saber, que minha alma é chorosa.
Por sua falta de compaixão

Não rasgue as minhas cartas
Pois nelas, está meu carinho.
E meu amor sempre matas
Ao me fadar a ser sozinho

Então meus versos ao relento
Só sublimam o meu amor discreto
E a vontade de te amar sem medo algum

Espero ter-lhe sempre por perto
E que meu amor não seja jogado ao vento
E voe, sem destino nenhum.
Rafael Estevan
Enviado por Rafael Estevan em 17/09/2007
Código do texto: T656155
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor, e e-mail. Raphael E.; restevan@caloi.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Estevan
Atibaia - São Paulo - Brasil, 28 anos
625 textos (127127 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 11:17)
Rafael Estevan