Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Coração Multiplicou-se em Dois

Meu coração multiplicou-se em dois,
Pois amo duas criaturas!
Porém uma estou deixando pra depois,
Enquanto cubro a outra de ternuras.

Conheça minha história, amigo e constatarás.
Verás que ela não é cheia só de brancuras.
Mas sensato, certo sei que não me julgarás.
Compreenderás minhas amarguras.

Nunca diga que desta água nunca beberás!
Não podemos adivinhar nossas dores futuras.
Votos faço para que livre desta dor seja capaz!

Enobrecido pelo nosso Amor ficarás,
Sabendo como lidamos com essas torturas,
Em busca da tão almejada Paz!


*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*
Inspirado no Comentário que fiz no Poema:
"Um Coração, Se Dividido..." = Poesia de Amor=
de Fernado Brandi, publicado em 04/09/07 - Código T638530
Leon del Bargo
Enviado por Leon del Bargo em 20/09/2007
Reeditado em 30/11/2007
Código do texto: T660189

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e seu email leondelbargo@yahoo.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leon del Bargo
São Paulo - São Paulo - Brasil, 56 anos
204 textos (12763 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 03:16)
Leon del Bargo