Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Metamorfose

Transvazei infernos ao cair do dia
Gotejando mágoa que virou cicuta.
Tornei desprezo em amor de puta,
Escombro em rebuscada arcaria.

Metamorfoseei a própria anatomia
Almejando lapidar a pedra bruta.
Desafiei a física quântica nesta luta,
Meu pedaço cintilante de alquimia.

Visitei imensos sóis incandescentes,
Peregrino pelos cinco continentes
Expurgando o mal que me consome.

Implorando aos céus por piedade,
No peito,  o punhal de uma saudade
De um Amor que nunca teve nome.
marcelo ferraz
Enviado por marcelo ferraz em 20/09/2007
Código do texto: T660862

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
marcelo ferraz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
42 textos (734 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 14:55)
marcelo ferraz