Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Geada da Solidão

                  Geada da Solidão...

Sentada a sombra da velha figueira;
Eu solvo o amargo de meu chimarrão:
De bombeada a bombeada nasce à solidão;
Observando voar as aves aventureiras;

Procurando um ninho para pousar:
Eu aqui imaginando o meu amor chegar;
Para aquecer este meu gelado coração:
Que tão só vive no calabouço da escuridão;

Alguém que possa matear comigo;
Ser mais que um simples amigo:
Espantar o frio que castiga no inverno;

Fazer-me feliz, mandar a tristeza pro'inferno:
Sentir-me-ei amada, irradiada de felicidade;
E viveremos felizes,até partirmos para o rincão da eternidade...

 
           





                           FLAVIA FREITAS
flavia freitas
Enviado por flavia freitas em 23/09/2007
Código do texto: T664324
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
flavia freitas
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 43 anos
203 textos (10317 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 12:52)
flavia freitas