Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cyber love

A quem me perguntar da ausência
Direi que estava apenas deletando,
As mágoas e rancores expurgando
Da memória RAM da consciência.

Torrei a placa-mãe da incoerência,
Fiz um backup e fui compactando
Minha vida, e fui desprogramando
Aos poucos meu ser da existência.

O mal moderno que adoece e mata
É o pagamento final desta bravata
De ver a criatura devorar o criador.

Num disquete perdido estava escrito:
Não se troca Deus por um proscrito,
Nem amor de gente por computador.
marcelo ferraz
Enviado por marcelo ferraz em 23/09/2007
Código do texto: T664573

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
marcelo ferraz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
42 textos (734 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 06:08)
marcelo ferraz