Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem Trocados

Sem Trocados

Eu nem um puto tenho, sem trocados,
segue-me a vida assim, vou me virando,
um vagabundo nato e um fracassado,
que nos seus trapos versos vai cantando.

Rimas bem pobres, chulas combinando,
com os meus bolsos leves e furados,
e sou bem magro, como, nos feriados,
um andarilho nato sempre andando.

Andos e ados fartos, mal rimados,
em um terceto mando para o inferno,
o mundo todo em jeito muito terno.

Vou me embora agora de vez - ado -.
Pois nesta ilha pouco tenho saco,
vou ser homero longe do buraco.
Geleiras
Enviado por Geleiras em 24/09/2007
Código do texto: T665987

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citando meu endereço http://geleiras.blogspot.com, e o meu nome "Marcel Angelo"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Geleiras
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 28 anos
226 textos (4432 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 05:47)
Geleiras