Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O milagre que não mereço

Porque vivi de ilusões hoje padeço
À sombra do que fui e não sou mais
Meus gritos abafados e meus ais
E a sina de um eterno recomeço.

Ser passageiro foi meu preço!
Viver sem porto, sem norte, sem cais,
Se Deus me ouvisse pediria: - Paz!
Mas, deste ouvinte também careço.

Tive nas mãos a chance derradeira
Mas meu coração de pedra, de geleira,
Atirou no lixo o único amor sincero.

Pela estupidez minha visão foi distorcida,
Cogito encontrar o amor em outra vida,
Pois não mereço o milagre que’inda espero.
marcelo ferraz
Enviado por marcelo ferraz em 26/09/2007
Código do texto: T669153

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
marcelo ferraz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
42 textos (734 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 10:30)
marcelo ferraz