Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sangria

Sangra os olhos
Sangra o peito
Sangra a alma
Lagrimas de amar.

Perdi o tempo
Perdi o espaço
Perdi o senso
Mas retroceder jamais.

As lagrimas decorrem com o tempo
E deslindam o espaço que o coração alarde
Não se pode separa-se da essência da vida.

A expressividade de viver e amar
É saber acolher e também calar-se
E que amar é jamais ter que pedir perdão.

Nilton Pinto
Enviado por Nilton Pinto em 07/10/2007
Código do texto: T684636
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nilton Pinto
Poção de Pedras - Maranhão - Brasil, 54 anos
6 textos (107 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 18:22)
Nilton Pinto