Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUASE


QUASE...
Deixo uma pista
estudada e prevista
mas quase... Me traio
e revelo a armadilha
então depressa como um raio
recomponho meus traços
pensando num certo abraço
caso que não aconteceu
mas você ainda não me venceu
imagino suas pálpebras semi-cerradas
no lusco fusco de um canto
onde me deito na sua vontade
me entrego úmida, quase... Safada
sussurro lânguida: Te quero tanto!
E você me toma, quase... Por piedade
Seus braços me apertam e prendem
suas mãos me percorrem, convertem
meus sentidos todos se rendem
minhas pernas te enlaçam
meus lábios te caçam
é quase... Uma dança
Mas dançar com você é quase... uma covardia
você sabe todos os passos e os compassos
me envolve, me enlaça, me alicia
e me sinto imatura, quase...uma menina
aprendendo a sonhar, a amar, a dançar
será que consigo te tocar, te alcançar?
Você sabe tudo e quase... Me ensina
Cuidado homem herege, desejo que não acontece
quase... vira obsessão!
JUNO
Enviado por JUNO em 08/10/2007
Código do texto: T685322
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
JUNO
Mairinque - São Paulo - Brasil, 49 anos
45 textos (2030 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 04:45)
JUNO