Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Esperança Renasce

Relutante estava em não compor!
Mas o dia hoje me pede baixinho:
"Eu te dei hoje muito amor,
Te mostrei um novo caminho!"

Como poderia eu ingrato recusar?
Cá estou co'alma alimentada,
Com meu peito a estourar!
A semente hoje foi bem plantada

No mais profundo de nosso solo!
Nossa esperança das cinzas renasce!
Nós a retomamos em nosso colo!

Entre nossos peitos agora protegida
Não deixaremos que ela passe!
Ela é viva e faz parte de nossa vida!
Leon del Bargo
Enviado por Leon del Bargo em 10/10/2007
Reeditado em 04/11/2007
Código do texto: T687950

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e seu email leondelbargo@yahoo.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leon del Bargo
São Paulo - São Paulo - Brasil, 56 anos
204 textos (12763 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 23:18)
Leon del Bargo