Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Soneto dos Ventos


Ó triste vento que por aqui aparece
Despercebido passa, a vela apaga,
Leva as nuvens a passear, a mim afaga,
De tão forte, minha visão enegrece.

Observo as flores após a névoa esvaecida
Perfeitas ficariam em meu corpo a desfalecer
Momento que tarda a chegar, outro amanhecer!
Com minha própria loucura fico entorpecida

O vento impuro que mal pode fazer?
Se de mim não estiver ao alcance?
Apenas requerer o direito humano de ser

Vento de sorte, sopra em plenitude,
Ventania que foste o melhor lance
Vendaval de amor em virtude!
Renato D Oliveira
Enviado por Renato D Oliveira em 16/10/2007
Reeditado em 10/11/2008
Código do texto: T696941
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Renato Dieckson). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Renato D Oliveira
Gurupi - Tocantins - Brasil
2228 textos (188337 leituras)
2 áudios (432 audições)
2 e-livros (204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 11:15)
Renato D Oliveira