Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAMOS DANÇAR...

OS PASSÁROS TAMBÉM CANTAM
QUANDO SE SENTEM SÓ...
AS PESSOAS CHORAM
MESMO NÃO HAVENDO MOTIVO...
OS HOMENS TAMBÉM AMAM
QUANDO NÃO HÁ NADA MAIS PARA FAZER...
O VERÃO TAMBÉM FICA FRIO
QUANDO O SOL SE VAI...
NO ARMÁRIO, AS ROUPAS ENVELHECEM
MESMO SE VOCÊ NÃO USA-LAS...
NO CÊU, AS ESTRELAS NÃO CAEM
MESMO NÃO ESTANTO GRUDADAS...
ASSIM,
NÓS DOIS DISCUTIMOS,
MESMO AMANDO UM AO OUTRO
COM ESSA INTENSIDADE.
NÓS NOS ESTRANHAMOS ÁS VEZES,
MESMO NOS CONHECENDO A TANTO TEMPO.
           [...] O SURPREENDER...
SEMPRE QUANDO SE SURPREENDE,
HÁ MOTIVOS E VONTADE DE CONTINUAR JUNTOS...
PARA SEMPRE...
PORQUE NUNCA HAVERÁ O IGUAL,
NUNCA EXISTIRÁ O MONÓTONO...
NESSA CANÇAO MUDA, O SILÊNCIO
DIZ MUITO ENQUANTO ESCREVE,
PORQUE A MELODIA ESTÁ AQUI!
PRESENTE EM MINHA MENTE...
CONVIDANDO-NOS A DANÇA-LA,
A SENTI-LA...
VENHA! VAMOS DANÇAR,
FICAR JUNTOS...
PORQUE OS PASSÁROS TAMBÉM
CANTAM QUANDO SE SENTEM SÓ!
Lilian Lanna Costa
Enviado por Lilian Lanna Costa em 18/10/2007
Código do texto: T699224

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lilian Lanna Costa
Curitiba - Paraná - Brasil
14 textos (1471 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 01:28)