Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu primeiro vazio de coexistência

Segui seu rastro sem pensar muito
Ousei para ficar na frente
Fui adentrar nas entre linhas
Mas o palco recanto estava vazio.

O alimento texto de todo dia.
É sempre mais que um desejo
Consegue ser uma existência.
Como palavras a todo instante.

Como viver com tanto carinho?
Como pensar sem nem se preocupar?
Quero te dar bom dia sempre.

E se ausente se faz meu texto
Sou poeta insistente hoje.
A alma se lava todo dia.

Lorenzo Giuliano Ferrari
Enviado por Lorenzo Giuliano Ferrari em 19/10/2007
Código do texto: T700674
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lorenzo Giuliano Ferrari
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
1837 textos (51330 leituras)
1 áudios (2457 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 05:24)
Lorenzo Giuliano Ferrari