Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto das Tardinhas

A Andrea Nascimento

Que bom caminhar na praia às tardinhas,
Contemplando contigo a maré cheia
Enquanto as sombras se alongam na areia
E as tuas mãos se alongam sobre as minhas...

Que bom ver a graça com que caminhas
Sob o rubor do arrebol, que derreia,
Sempre ocupada catando conchinhas
Que o mar vai espalhando pela areia...

E vão as tardinhas se transformando
Em cenários de filme em minha mente,
Em telas abstratas e surreais...

E eu, no meu jeito de ser, vou te amando
Pouco a pouco, te amando lentamente,
Acreditando que assim te amo mais.

Wedmo Mangueira – 26/10/2005
Wedmo Mangueira
Enviado por Wedmo Mangueira em 20/10/2007
Código do texto: T702783

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wedmo Mangueira
Aracaju - Sergipe - Brasil, 34 anos
19 textos (1022 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 14:58)
Wedmo Mangueira