Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CHORO CONTIDO

     No silêncio da noite,
     A chuva cai de mansinho,
     Enrolo-me nos lençois
     As lágrimas rolam pelo meu rosto,
     E soluço baixinho.

     A chuva cai, as lágrimas rolam,
     E parto sem rumo,
     sem encontrar um caminho.
     
     O caminho que procuro,
     Está longe  de aparecer,
     Achuva que cai nos meus pés descalsos,
     Pisando a grama,querendo você.

     Você é fumaça, é um raio que caiu,
     Deixando no meu caminho,
     Tristezas a fios.

     Vago pelas noites,
     Tentando enterder,
     Por que nao tenho você.

     Eu não sou nada,
    Você nâo é tudo,
     Nada tem  a me oferecer,
     Nem mesmo uma noite de prazer.

     Você me desdenha, eu me recrimino,
     Por querer  tanto você,
     Já fiz  promessa, fiz tudo pra te esquecer,
     O pior de tudo é que tenho consciência
     De você nao me merecer.
NEIDA MAGNAGO
Enviado por NEIDA MAGNAGO em 23/10/2007
Código do texto: T706940
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
NEIDA MAGNAGO
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 71 anos
62 textos (5196 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:25)
NEIDA MAGNAGO