Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TE AMO...

Há um vago silêncio sulcando as madrugadas e os mares
fazendo chover na pátria do corpo domínios de pedra em fúria
tento: mas o tempo vai fechando a porta ao lamento do poeta
trazendo em seu ventre a solidão amarelada das bocas do vento...

derramando ausência por esta minha sede eterna
fazendo regressar aos olhos do mar tuas tantas almas aromas palpitantes e o fogo genital de tua geografia multiplicada
enquanto o amor cheio de tempestades vai fugindo assim...

desditoso lacerado naufragado no inumerável quebrar de ondas
que se debruçam sobre o mar sacudindo espumas flutuantes
crepúsculos sonhos de asas quebradas bocas rubras rasgadas...

E se resisto às noites negras que caem sobre o mundo inclementes
lacrando para sempre o sorriso de teus lábios em meu deserto país...
É porque te amo mais, muito mais do que dizem os pobres versos meus
Paulo de Barros
Enviado por Paulo de Barros em 24/10/2007
Código do texto: T707748
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo de Barros
Três Corações - Minas Gerais - Brasil, 59 anos
14 textos (1029 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 21:42)