Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dúvida

Não vejo saída,
quero a ti e quero agora.
Minh'alma moída,
te quero sem demora.

Penso perder-te
na calada da noite.
Sinto-me triste,
dá-me o açoite.

Porque eu não pude agir?
Será que é melhor fugir,
ou calar-me enquanto posso?

Não! Quero-te minha,
Quero-te sozinha.
Ou vou afundar no fosso.
Léo Rigotto
Enviado por Léo Rigotto em 24/10/2007
Código do texto: T708363

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite: "Léo Rigotto, em http://baloubet.blogspot.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Léo Rigotto
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil
16 textos (410 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 03:43)
Léo Rigotto