Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto Conterrâneo

Coração p’ra cidade, Parnaíba!


Esquecida no tempo e no passado...
Perdida na memória dos escritos,
heranças! Literatos infinitos!
Nesse caminho árduo já trilhado.

Do coração, escuto fortes gritos...
Vergonha! Patrimônio não logrado,
chora um choro e chorando enlouquecido
como chuva que chove nos distritos.

Conterrâneos sem serem atuantes...
No peito sinto dor, dor e mais dor.
Os poetas que não são mais amantes.

Um jardim destruído, falta flor,
a maresia e a brisa como antes
já não mais os inspiram esse Amor!
Machado Gomes
Enviado por Machado Gomes em 25/10/2007
Código do texto: T709402

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Machado Gomes
Parnaíba - Piauí - Brasil, 30 anos
12 textos (26924 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 21:41)
Machado Gomes