Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LÁGRIMAS QUE CHORO

LÁGRIMAS QUE CHORO

Ah, Que estranha dor! Ah, Que sofrimento!
Sinto assolar-me a mente de hora em hora
A minha rouca voz que em vão implora
Ecoa no vazio e perde-se ao vento!

Já não logro a paz um só momento
Já não durmo mais se eu não oro
Desconheço todo e qualquer contentamento
Já não sei mais quem sou, eu me ignoro!

Oh, destino cruel, oh, quanto tormento!
A angústia fez morada onde eu moro
Atraiçoado pelas mãos do fingimento

Fazei-me olvidar a face da musa qu’eu adoro
Tirai de mim seu lindo sorriso do pensamento
E seca essas inúteis lágrimas que choro!
Francisco Monteiro
Enviado por Francisco Monteiro em 29/10/2007
Código do texto: T715334

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Monteiro
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 47 anos
72 textos (1992 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 21:19)
Francisco Monteiro