Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Luta... Perdida

 
Sonhando essa diva que o fez prisioneiro…
Lúdico cantar de uma sereia maldosa.
Ao mar deitou as armas, já não é guerreiro;
Foi-se, no desejo da mulher caprichosa.
 
Eis que prostrado e cruelmente submisso,
já mendigando uma côdea do seu pão;
Sente que encontrou nas pedras, o seu feitiço.
Por ser acusado, de homem sem coração.
 
A desdita surda de um amor escondido;
Mostra no corpo a cicatriz de quem lutou.
Sente agora, que na coragem foi ferido.
 
Porque essa cruel diva nunca o amou…
Lança o gutural grito de homem perdido.
É prisioneiro e tristemente só… ficou.
 
(Soneto Alexandrino)
 
António Zumaia
Enviado por António Zumaia em 31/10/2007
Código do texto: T717451
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
António Zumaia
Portugal
320 textos (20533 leituras)
71 áudios (5426 audições)
5 e-livros (1758 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 07:19)
António Zumaia