Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÚLTIMOS VERSOS

ÚLTIMOS VERSOS

Tens em mãos escritos tristemente
Estes últimos versos que te fiz
Contigo eu sofri tão somente
O teu desdém fez-me infeliz!

Este amor nascido tal qual semente
Não brotou da forma que eu quis:
Lágrimas abrandaram a chama ardente
E o apagou da memória feito giz!

Eis-me aqui de partida, só te peço:
Não implores pelo meu regresso
E rasgue todos os versos meus...

E liberto desse teu amor perverso
Voltarei ao meu solitário universo
Estou indo, te amo, mas adeus!
Francisco Monteiro
Enviado por Francisco Monteiro em 31/10/2007
Código do texto: T718226

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Monteiro
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 47 anos
72 textos (1993 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 23:53)
Francisco Monteiro