Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Adeus


O adeus é um gérmen da saudade,
que brota, floresce...ganha o mundo!
Que enraíza tanto, e tão profundo,
que mata o sêmen da felicidade.

Todo adeus tem um quê de majestade,
que avassala um coração fecundo.
Semeia, rega, e guarda no fundo
raizes de amor e de maldade

que crescem juntas, numa união,
onde a vida imerge a metade
num mergulho de profícua servidão.

A razão, enfim, perde a sanidade.
E, insanos, os pensamentos vão
germinar outro adeus noutra saudade.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 15/11/2005
Código do texto: T71887
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
1335 textos (57863 leituras)
5 áudios (264 audições)
13 e-livros (3212 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:58)
Herculano Alencar

Site do Escritor