Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MADRIGAL

MADRIGAL

Das mulheres que eu conheci nesta jornada
És, dentre todas,  a mais simples e a mais terna;
És nesta vida uma Afrodite hodierna,
Cuja beleza, dentro d!alma, fez morada!

O teu perfume cheira a flor da madrugada,
E tua luz é que orienta e me  governa;
Tu és amor, és sedução,  ó alma eterna,
Que segue o bardo  passo a passo na estrada!

Tu és cascata de  água cristalina e pura,
Que vem de longe, de  algum raro  paraíso,
Jorrando um cântico de amor que avassala!

És como um  vício que me tira a compostura:
Se a tenho longe em desespero perco o siso,
Se a tenho perto me embriago e perco a fala!

 

Midi: Solamente una vez...
Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 04/11/2007
Reeditado em 19/06/2011
Código do texto: T723489

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
493 textos (68700 leituras)
11 áudios (3028 audições)
1 e-livros (188 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 14:16)