Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ELEVAÇÃO


Quando descansar quer o dia, de tanta lida,
À tarde, companheira silenciosa, chama.
Sem rumores, de tão quieta, faz doce acolhida
Na sozinha alma triste. Só, o amor proclama.


Finda essa tarde azul tão calma, o vento ouvindo;
Espera das estrelas o brilho radiante,
Da bela prateada acompanhada e, rindo,
Com entreabertos lábios, lindo e triunfante.


Deixa-se assim levar o dia e a tarde cede
Aos sussurros da noite, e, dolente se senta
Beija a suave relva, macio tão verde.


Ao contato seu, chora a terra, e, o pranto meu
De comovido encanto, nas serenas mãos
De amor flor, de paz, a fronte eleva-se oração.
MVA
Enviado por MVA em 13/11/2007
Código do texto: T736344
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o meu nome e meu site: www.marlenevieiraaragao.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MVA
São Paulo - São Paulo - Brasil
1951 textos (194432 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 01:51)

Site do Escritor