Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A doce voz de meu Poeta

 

Quando eu ouvi a tua voz ao telefone

Aumentou ainda mais meu amor por ti.

E, malgrado o arrepio que eu senti

Encontrei forças p’ra  pronunciar teu nome!

 

Pensar que tudo começou com amizade

Sem ao menos planejarmos essa paixão,

Que sem aviso, nos tocou o coração

E, sorrateira, invadiu-nos a intimidade!

 

És o motivo de meus versos, nesse instante

No limiar desse amor imponderável

Ouso dizer que, ao teu lado a placidez,

 

Desse encontro de almas, sem sordidez,

Encontrei eco em tua voz, tão adorável,

Que és meu Poeta, Muso, amigo e amante!

 

img526/6995/diversosbk9.gif

Milla Pereira
Enviado por Milla Pereira em 16/11/2007
Código do texto: T739147

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Milla Pereira (http://www.millapereira.prosaeverso.net/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Milla Pereira
São Paulo - São Paulo - Brasil
2954 textos (493989 leituras)
42 áudios (7884 audições)
14 e-livros (6401 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 16:36)
Milla Pereira