Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Namoro, sozinho!

Mesa posta pra dois!
Que saudade de ti...
Esperei antes e depois,
Mas, Paixão, não te vi!

Só me sobrou as paredes,
O consolo dos móveis,
O balanço da rede,
O criado mudo, imóvel!

São nestas horas que me furto,
A não acreditar na idéia,
De que a solidão é quem curto.

Namoro monólogo que conforta,
Minhas mãos em lápis e papel,
Em contexto que a tristeza se ignora.
Rogério Espindula
Enviado por Rogério Espindula em 20/11/2007
Código do texto: T745257

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site www.recantodasletras.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rogério Espindula
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 37 anos
338 textos (33777 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 20:40)
Rogério Espindula