Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Silêncio

Para ver renascer a inspiração,
Fazer voltar o verso em meu peito,
Foi preciso perder-te, então,
Num silêncio mudo e aceito.

Choramos o choro da saudade,
Esquecendo de todo a promessa
E sonhando com a eternidade,
Premeditadamente, sem pressa.

De repente, a lembrança do nada.
Pesadelos, sono mal dormido,
Sentindo-te sempre por perto.

Dos devaneios da madrugada,
Em lágrimas de choro contido,
Assustada e carente desperto.
Magmah
Enviado por Magmah em 28/11/2007
Reeditado em 15/03/2011
Código do texto: T756330

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Magmah
Montenegro - Rio Grande do Sul - Brasil
232 textos (5044 leituras)
6 e-livros (411 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 23:47)
Magmah