Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

(Dez)Amores

De tantas vezes, desamar, já desisti
De alcançar aquele amor puro e eterno
Pois os versos de amor que escrevi
Perderam-se nas linhas vazias de meus cadernos

Algumas, foram rasgados por revolta
Outras desperdiçadas por acaso
Outras, espalhei pelos amores a minha volta
Sem que,pudessem entendê-los ou guardà-los

Mas pelo amor que ofertei já, vezes tantas
E pelas tantas vezes que chorei
Dentro de mim, existe ainda um confronto

Pois, sozinho, e lacerado seguirei
Com o vento,que com as folhas se encanta
Enquanto meu próprio amor, ainda não encontro
Rafael Estevan
Enviado por Rafael Estevan em 29/11/2007
Reeditado em 29/11/2007
Código do texto: T757442
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor, e e-mail. Raphael E.; restevan@caloi.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Estevan
Atibaia - São Paulo - Brasil, 28 anos
625 textos (127180 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 03:48)
Rafael Estevan