Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de Estrelas

Em sonhos, vejo estrelas
são apenas vidas - centelhas.
Elas não morrem... não somem
São estrelas, e são homens

Em sonho meu único universo
cabe dentro da poesia, é verso.
Ele não tem fim - Nada tem!
Ele é infinito - vai sempre além.

Meu refúgio é minha ilusão
é minha mais bela hora
longe daqui... dessa solidão

Vou-me com estrelas, vou-me embora
para entrar na minha imaginação
e ser livre nos versos de minha história.

Valdemar Neto
Enviado por Valdemar Neto em 03/12/2007
Código do texto: T763504

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdemar Neto
Ipu - Ceará - Brasil, 29 anos
202 textos (12469 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:26)
Valdemar Neto