Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por Terminar

Minha mão descreve curvas tortas,
minha mente vaga por vielas.
E uma faca tira as coisas mortas,
das barrigas quentes das "donzelas".

Nunca fui o homem que contente
ia em sua vida retirando
de um pai que então seria ausente
a prole morta dentro de um manto

Força enorme é a dessa prole
que perdeu-se no umbral eterno
consumando uma tristeza do inferno

Não há abraço que os pais console.
Aquele que dá a vida jamais deveria
ter de vê-la partir um dia.
gothmate
Enviado por gothmate em 29/11/2005
Código do texto: T78040

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (por gothmate igni delirium). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
gothmate
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 41 anos
26 textos (1005 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:05)
gothmate