Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM SONETO DE SAUDADE - NONATINHA - CAXIAS


As lembranças são almas de uma saudade,
Que avançam no coração de uma caxiense,
Nonatinha, suave, meiga e com bondades,
Sobressai do torrão com toda magnificência.

Caxias, é o teu sangue plantado nas palmeiras,
Donde realça as minhas sinceras congratulações,
Advindas de um berço heróico sem deixar eiras.

És tu Nonatinha, Princesa do Sertão Maranhense?
Com os teus passos entre a Igreja da Matriz e o Centro?
Vivendo emoções cintilantes do coração caxiense?

És as beiradas do teu grande rio Itapecuru,
Que atravessa mansamente o teu coração,
Levando-te ao encontro dás águas do mar,
Exultando o teu nome nas areias com gratidão.


ERASMO SHALLKYTTON
Enviado por ERASMO SHALLKYTTON em 30/12/2005
Reeditado em 06/10/2011
Código do texto: T92204
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ERASMO SHALLKYTTON
Caxias - Maranhão - Brasil
4168 textos (2055804 leituras)
1 áudios (971 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:50)
ERASMO SHALLKYTTON

Site do Escritor