CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Estrofes não são parágrafos!

Olá, pessoal.

Depois de algum tempo, volto a escrever no Poesia e Escrita. Para esse post, escolhi um assunto que me parece muitas vezes ser uma dúvida, principalmente para aqueles que estão começando a escrever.

O que é uma estrofe? Como separar meu poema em estrofes? Por que separá-lo, afinal?

Muita gente acha que a estrofe na Poesia funciona como o parágrafo na Prosa. Não é bem por aí. Apesar de o parágrafo ser, também, um divisor, por assim dizer, na Prosa, sua definição é baseada no assunto tratado, ou seja, ele engloba uma ideia (ou um recorte de tempo definido), do começo ao fim, sendo que ele possui certa autonomia de seus pares no texto.

Já na Poesia, isso seria impossível. Até por que nem todo poema apresenta uma quantidade de ideias suficiente para dividi-las. Na maioria das vezes, os poemas são a ideia em si. O que não impede que seja dividido por estrofes. As estrofes são unidades do texto baseadas em conceitos estilísticos. Ou seja: ritmo, sonoridade, métrica, rima, etc. Sendo assim, em uma estrofe seus versos são escritos pensados de forma unitária, com seu estilo fazendo sentido nesta unidade construída.

Leia o artigo completo no blog Poesia e Escrita:
http://poesiaeescrita.blogspot.com.br/2012/11/estrofes-nao-sao-paragrafos.html
Poesia e Escrita
Enviado por Poesia e Escrita em 28/11/2012
Reeditado em 26/12/2012
Código do texto: T4009585
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Poesia e Escrita
São Paulo - São Paulo - Brasil
15 textos (5880 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/07/14 04:01)