Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rimas e redondilhas

REDONDILHA MENOR

É a poesia escrita em versos de cinco sílabas poéticas.

Ex. com terceto.

COLIBRI

O tal colibri
Sei, é um beija-flor.
Ora eu descobri.

Fiore

+++++

REDONDILHA MAIOR

É a poesia escrita em versos de sete sílabas poéticas.

Ex. com terceto.

COLIBRI

Sempre é tempo de aprender.
Veja só o que eu descobri:
Beija-flor é colibri.

Fiore

+++++

RIMAS: * Aguda, * grave, * esdrúxula e * verso branco

1) RIMA AGUDA (ou masculina):

É a rima terminada em palavra oxítona.

Ex. Quadra com versos em redondilha menor (ímpares) e em redondilha maior (pares).

COLIBRI

Vejo um beija-flor. (A)
Faz sua arte. Dá seu xou. (B)
E seja onde for, (A)
Ele é o máximo, e acabou! (B)

Fiore


2) RIMA GRAVE (ou feminina):

É a rima terminada em palavra paroxítona.

Ex. Quadra com versos em redondilha menor (ímpares) e em redondilha maior (pares).

COLIBRI

Colibri artista. (A)
Beija-flor, seu codinome. (B)
Chega, sem dar pista, (A)
Faz seu xou e depois some. (B)

Fiore


3) RIMA ESDRÚXULA (ou proparoxítona):

É a rima terminada em palavra proparoxítona.

Ex. Quadra com versos em redondilha menor (ímpares) e em redondilha maior (pares).

COLIBRI

Dá seu espetáculo. (A)
O beija-flor é fantástico. (B)
Vence, salta obstáculo. (A)
Colibri é acrobático. (B)

Fiore


4) VERSOS BRANCOS

São versos que não têm rima.

Ex. Quadra com versos em redondilha menor (ímpares) e em redondilha maior (pares).

COLIBRI

O colibri voa.
Faz paradas. Beija as flores.
Ri o jardineiro
Da beleza das manobras.

Fiore

+++++

RIMAS: * Perfeitas, * Imperfeitas e * Toantes

RIMAS PERFEITAS: São aquelas em que todos os fonemas, ou seja, os sons das letras são iguais, após a última vogal tônica dos versos rimados. Ex: Casa // Rasa // Asa

Ex: Quintilha com versos tetrassílabos (ímpares) e trissílabos (pares).

COLIBRI

O beija-flor (A)
Aportou (B)
Trazendo amor. (A)
Deu um xou. (B)
É um grande ator!!! (A)

Fiore


RIMAS IMPERFEITAS: São aquelas em que os fonemas não são iguais, porém, mantém algumas semelhanças, após a última vogal tônica. Ex: Réu // Seu // Meu // Troféu // Bebeu

Ex: Quintilha com versos hexassílabos (ímpares) e tetrassílabos (pares).

COLIBRI

Estava em meio às flores. (A – /es)
Fazia festa. (B – /a)
A beleza que explode (A – /e)
Linda, bela. (B – /a)
Beija-flor leva o pólen. (A – /e)

Fiore


RIMAS TOANTES: São aquelas em que, somente as últimas vogais, após a última vogal tônica, são iguais. Ex: Luta // Cura // Mula // Duna

Ex: Quintilha com versos octossílabos (impares) e pentassílabos – redondilha menor (pares).

COLIBRI

É uma beleza natural (X)
O voo rasante (A – a / e)
Do beija-flor sobre a verdura! (B – u / a)
É divino. É grande! (A – a / e)
E, o que dizer, das suas curvas? (B – u / a)

+++++

RIMAS:
* Rica, * Pobre, * Preciosa (ou Rara),
* Mosaico (ou Leonina) e * Oculta (Vicária ou Dissimulada)

RIMA RICA: É a rima que se faz entre palavras de categorias gramaticais diferentes, como substantivo com verbo, substantivo com adjetivo, etc. (cicatriz/feliz)

Ex. Quadra com versos em redondilha menor (ímpares) e em redondilha maior (pares). Rimas ímpares = belo / selo. Rimas pares = pára / cara.

COLIBRI

Vôo lindo, belo. (A)
Beija-flor avança, pára. (B)
Dar ré é seu selo. (A)
Ave livre, leve, cara. (B)

Fiore


RIMA POBRE: É a rima que se faz entre palavras da mesma categoria gramatical, como substantivo com substantivo, adjetivo com adjetivo, verbo com verbo, etc. (ditosa / calorosa), (coração / oração), (dizer / fazer).

Ex. Quadra com versos em redondilha menor (ímpares) e em redondilha maior (pares). Rimas ímpares = voar / bailar. Rimas pares = espanto / encantos.

COLIBRI

No espaço a voar, (A)
Traz aos olhos grande espanto. (B)
Beleza a bailar. (A)
Colibri dos meus encantos. (B)

Fiore


RIMA PRECIOSA (ou rara): É a rima feita com terminações que não são comuns, ou seja, usa palavras com estruturas gramaticais diferentes. (vê-la/estrela), (pô-la/sola).

Ex. Quadra com versos em redondilha menor (ímpares) e em redondilha maior (pares). Rimas preciosas ímpares = estrela / vê-la. Rimas preciosas pares = gala / abraçá-la.

COLIBRI

No jardim, a estrela. (A)
Dá seu passeio de gala. (B)
Todos querem vê-la. (A)
Ah! Seu eu pudesse abraçá-la. (B)

Fiore


RIMA EM MOSAICO (ou leonina): Pode também ser considerada rima preciosa ou rara. É a rima que se faz com a junção de duas palavras.

Ex: Sextilha com versos hexassílabos. Rimas A = (hoje vi / colibri); B = (jardim / lar sim) e C = (dá ré / balé).

COLIBRI

Como sempre, hoje vi (A)
Pousar em meu jardim (B)
A ave que dá ré. (C)
Um lindo colibri (A)
Fez ali, seu lar. Sim! (B)
O seu voo é um balé. (C)

Fiore


RIMA VICÁRIA (ou dissimulada): É a rima que se faz utilizando-se da troca de uma palavra, com a finalidade de esconder palavrões ou termos chulos.

Ex: Sextilha com versos hexassílabos. Rimas A = (colibri / aí); B = (comum / desjejum) e C = (saga / voa). A palavra voa esconde, oculta, dissimula o termo chulo.

COLIBRI

No galho, o colibri, (A)
Em cena tão comum, (B)
Descansa de outra saga. (C)
São tantos por aí, (A)
À tarde, em desjejum. (B)
Bobeou, o bicho voa. (X / C)

+++++

RIMAS:
* Emparelhadas (ou paralelas) (AABB)
* Alternadas (ou cruzadas) (ABAB)
* Intercaladas, Interpoladas (ou opostas) (ABBA)
* Internas * Encadeadas * Misturadas * Coroadas

1) EMPARELHADAS: (AABB), (AABBCCDD), etc.

Ex. Sextilha com versos em redondilha menor (ímpares) e em redondilha maior (pares). Rimas AA = ar / voar. Rimas BB = rosa / posa. Rimas CC = retrato / chato.

COLIBRI

Beija-flor no ar (A)
Mostra a arte de voar. (A)
Paira sobre a rosa. (B)
Faz o charme de quem posa (B)
Pra tirar retrato. (C)
Ser lindo às vezes é chato. (C)

Fiore


2) ALTERNADAS: (ABAB), (ABCABC), etc.

Ex. Quintilha com versos em redondilha menor (ímpares) e em redondilha maior (pares). Rimas ABABA = toque / poliniza / choque / baliza / enfoque.

COLIBRI

Chega e com seu toque (A)
Dá um beijo e poliniza. (B)
A flor sente o choque, (A)
Faz sua dança igual baliza. (B)
Vida é seu enfoque. (A)

Fiore


3) ENTRELAÇADAS: (ABBA), (CDDC)

Ex. Setilha com versos em redondilha menor (ímpares) e em redondilha maior (pares). Rimas ABBACCA = feliz / flor / propor / bis / solta / volta / miss.

COLIBRI

Colibri feliz (A)
Quando chega até a flor (B)
Toma, sem propor. (B)
Dá seu Beijo e pede bis. (A)
Gira, pega e solta. (C)
Fica nesse vai e volta (C)
Guarda sua miss. (A)

Fiore


4) RIMAS INTERNAS: os três tipos acima. Porém aparecem no começo ou no meio do verso.

Ex. Oitava com versos em redondilha menor (ímpares) e em redondilha maior (pares). Rimas EEFF = parece / prece / beleza / leveza. Rimas GHHG = talvez / imensa / presença / fez. Rimas internas ABAB = ave / santa / chave / tanta. Rimas internas CDDC = beija-flor / esta / atesta / amor.

COLIBRI

(A) Ave que parece (E)
(B) Santa, anjo, deusa, prece. (E)
(A) Chave da beleza. (F)
(B) Tanta força, paz, leveza. (F)
(C) Beija-flor, talvez (G)
(D) Esta sua força imensa (H)
(D) Atesta a presença (H)
(C) Do amor de Deus quando o fez. (G)

Fiore


5) ENCADEADAS: A palavra final de um verso rima com uma palavra no começou ou meio do verso seguinte.
Ex: Décima com todos os versos em redondilha maior.

COLIBRI

Em seu voo, o colibri (A)
Veio aqui, (A) beijar a flor. (B)
O sabor. (B) Doce deleite (C)
E o enfeite (C) natural, (D)
Em total (D) cor e harmonia (E)
Faz o dia (E) mais bonito. (F)
O seu rito (F) se completa (G)
Se o poeta, (G) em seu verso, (H)
Mesmo imerso (H) em dor fugaz, (I)
Planta amor e colhe a paz. (I)

Fiore


6) MISTURADAS: São as rimas que não obedecem a uma organização prévia. Elas estão na poesia, mas fora dos lugares convencionais.
Ex: Oitava com todos os versos hexassílabos. (ABCADDBC).

COLIBRI

Em meio a tantas cores (A)
Eis, belo, o colibri. (B)
Ave que seduz (C)
Com beijos, suas flores. (A)
Num voo de arte, exprime (D)
O que há de mais sublime. (D)
Quando o vi, foi que abri (B)
Meus olhos para a luz. (C)

Fiore


7) COROADAS: São rimas que aparecem uma ou mais vezes dentro de um mesmo verso.
Ex: Oitava com versos hexassílabos. (AA), (BB), (CC), (BB), (DD), (EE), (FF) e (GG).

COLIBRI

Eu vi o colibri (AA)
Voar de volta ao lar. (BB)
Parei pra ver o rei (CC)
Dançar, dar ré no ar. (BB)
O céu tira o chapéu (DD)
A festa como esta (EE)
De paz que a ave traz, (FF)
No azul, de norte a sul (GG)

Fiore

Fontes:
Wikipédia
Vários sites e dicionários
Mardilê Friedrich Fabre
Kathleen Lessa
Paulo Camelo
fiore carlos
Enviado por fiore carlos em 16/09/2007
Reeditado em 18/02/2009
Código do texto: T654358

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
fiore carlos
Limeira - São Paulo - Brasil
860 textos (316633 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 03:34)
fiore carlos