Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reforma Ortográfica


                                                         Gilka de Almeida Vilela
                                                        Gilkavilela@yahoo.com.br

                              Reforma ortográfica

              Quando se fala em reforma ortográfica gera uma ansiedade total. A nossa língua portuguesa está em crise há muito tempo e os estudantes vêm demonstrando uma dificuldade enorme no desempenho de suas redações.
              Escrever e falar bem são tarefas que exigem um bom conhecimento do idioma em que se escreve. No momento em que se exige segurança no manejo das palavras, surgem temor, dúvida, desconfiança e sentimento de debilidade diante dos labirintos da língua.
Entre os vestibulandos, alunos de colégios e de faculdades, bem como outros praticantes da Língua Portuguesa são as reações mais comuns quando precisam encará-la.
              Falar com uma dicção perfeita e clara, usar a pontuação correta ao pronunciar uma frase, tonificar a sílaba correta são elementos importantes para se demonstrar elegância e clareza em sua comunicação.
Independentemente de se usar o trema ou colocar o acento agudo em um ditongo aberto, torna-se necessário um cuidado maior com a concordância, a tonicidade e os pleonasmos viciosos.
             Antes de nos preocuparmos com a exclusão de certos acentos, vamos fixar que é incorreto dizermos: “elo de ligação”, que a sílaba tônica da palavra “rubrica” é a bri, que na palavra gratuito, a sílaba tônica é tui, e não í. Gratuito.
              Enquanto a nova reforma não chega, vamos aprender melhor a nossa língua, antes mesmo de partirmos para a aprendizagem de um novo idioma.
              “O bom uso da língua influi na carreira. A chance de ascensão profissional está diretamente ligada ao vocabulário que a pessoa domina. Quanto maior seu repertório, mais competência e segurança ela terá para absorver novas idéias e falar em público.”
A estratégia é ler, ler e ler cada vez mais, porém, com proveito, observando as palavras, suas dificuldades, seus sentidos. Assim estará juntando o agradável ao útil.
Vamos aprender o Português, enquanto a reforma não vem.

   *Professora de Português e Desenvolvimento Pessoal
  Especialista em Língua Portuguesa
  Pós-Graduada em Gestão Estratégica em Marketing
 Coordenadora voluntária da área de Línguas do Programa Faced Sênior
  Professora de Português no Curso Aprimoramento e Qualidade de Vida



Gilka Vilela Rangel
Enviado por Gilka Vilela Rangel em 21/09/2007
Código do texto: T662665

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gilka Vilela Rangel
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
11 textos (951 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 00:13)