Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Flor Que Morreu de Sede
        (João Paraibano)

Eu olhando a estiagem
Deitado na minha rede
Vendo o açude secando.

Com três rachões na parede
E uma abelha no velório
Da flor que morreu de sede.


Julio Sergio
Recife-PE.
(03.06.06)
Julio Sergio
Enviado por Julio Sergio em 03/06/2006
Reeditado em 26/07/2009
Código do texto: T168951
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Julio Sergio: www.poesiasjuliosergio.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Julio Sergio
Recife - Pernambuco - Brasil, 61 anos
522 textos (121108 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:27)
Julio Sergio

Site do Escritor