Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem questiona o pedido de um morto?

A sete palmos do chão,
sete soldados estão,
todos mortos enforcados,
Y su cuerpos enterrados....

E-em buraco um fio de luz,
no meu olho um puz produz,
e eu lhe digo... Isso queima!
Por mil anos nisso teima....

Uma rosa tem botões,
e tendões tem minha mão,
como um cão quero sair,
deste inferno vou partir!

Mas me prendo a sepultura,
cá aqui em cova escura,
na tortura que sussurra,
p’ra loucura ela me empurra!

Então pesso com fervor,
que me tire por favor,
do negrume que me enterra,
cá aqui em maldita terra!

Uma pá vai lhe servir,
em mais nada vou insistir,
só que leve a espingarda,
belo susto que te aguardam.

São só ratos esfomeados,
que com migo foram largados,
e meus ossos já não servem,
carne viva eles preferem.

Devoraram os meu braços,
e amarraram os meu cardaços,
para os ratos sou um brinquedo,
me salve... não tenha medo....

Pois eu não tenho medo!
Shadowcraft
Enviado por Shadowcraft em 04/07/2006
Código do texto: T187362
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Shadowcraft
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 27 anos
9 textos (383 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:53)