Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trovinhas Encadenadas (com amigos poetas)

 
Tomo as drogas que promovem
tentando iludir a mente...
mas quando digo: "Sou jovem!"
a minha artrite desmente!

Pedro Ornellas

 

 

“A minha artrite desmente”

ao contar minhas vantagens;

Faz-me parecer demente

Vivendo em eternas viagens.

 

Vivendo em eternas viagens

Só vejo aquilo que quero;

Ainda que sejam miragens

São os milagres que espero.

 

São os milagres que espero,

Ser jovem, bela, e simpática...

Cantar e dançar Bolero,

Não ser velha sorumbática.

 

Não ser velha sorumbática

pois tenho comigo a sorte

de não ser mulher asmática,

e  burlar por cima, a morte.

 

Eire

Jacaraípe, Serra, Espírito Santo,15/07/2006

 

 

"E burlar por cima, a morte"

nem precisas muito pensar

pois és poetisa de sorte

tens um mundo a desvelar

 

Tens um mundo a desvelar

para todos que te conhecem

tens muito ainda a ensinar

a todos que bem merecem

 

A todos que bem merecem

partilhar contigo a amizade

ternura e carinho percebem

em teu coração de bondade

 

Em teu coração de bondade

guardas a tua porção mais bela

distribuida em pura amorosidade

por teus versos, gentil sentinela

 

 

Guida Linhares

Santos, SP, 12/08/06

 

 

Por teus versos, gentil sentinela

Que dessa guarita clamas

E eu aqui nesta janela

Sem saber a quem tu amas

 

Sem saber a quem tu amas

Mas atento aos teus clamores

Radicados nessas chamas

Que brotam das tuas dores

 

Que brotam das tuas dores

Dores de uma artrite sentida

Afinal não é de amores

Que pareces tão sofrida

 

Que pareces tão sofrida

Fico a saber afinal

E quero informar-te querida

Que sofro do mesmo mal

 

Eugénio de Sá

 

Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 23/08/2006
Código do texto: T223000
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158390 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:39)
Guida Linhares

Site do Escritor