Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
I
Coração, uma fornalha
De depurar sentimento,
Caldeira que só trabalha
Se tem do amor o fermento.
II
Coração, barco remando
Dia e noite em alto mar,
Sem destino e sem comando,
Remando só por remar.
III
Coração, jarro encantado,
Plantado de sentimentos
Se não for bem cultivado,
Vira poço de tormentos.
IV
Coração, velho navio
Carregado de saudade,
Navegando por um rio
Chamado infelicidade.
V
Coração balão de ensaio
Voando lerdo ou ligeiro
Levando no seu balaio
Um amor de passageiro.
VI
Coração, fogo ranzinza
Adormecido em braseiro
E que renasce da cinza
Quando o amor é verdadeiro.
VII
Coração, bicho covarde
Treme de frio e de medo.
Mas com que coragem arde
Na fogueira de um chamego!
VIII
Coração, tu não me iludes,
Na guerra Bem contra Mal,
Defeitos mais que virtudes
Compõem teu arsenal.
IX
Coração, coração meu,
Feito de pedra-sabão...
Muito pior é o teu
Que nem tens um coração...

Olival Honor
Enviado por Olival Honor em 10/09/2006
Reeditado em 10/09/2006
Código do texto: T236569
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Olival Honor
Colinas - Maranhão - Brasil
11 textos (308 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:49)
Olival Honor