Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bela Dama

Nobre dama que fica à janela
Cuja distância me dilacera
O coração, de forma cruel
Olhando às noites as estrelas do céu

Viveis a léguas e léguas distante
e me deixais aqui, vivendo errante
solitário entre as densas brumas
inebriado com as faces tuas

Teus olhos, espelho d'alma
refletem a dor de minh'alma
Teus cabelos louros como os campos de trigo
Lembrando de ti, cantando eu sigo.

Admirando-te por pensamento
Continuarei seguindo meu intento
Nobre dama que me deixou apaixonado
Irei te buscar e ficar ao teu lado
 
Arena O Bardo
Enviado por Arena O Bardo em 30/10/2006
Reeditado em 31/10/2006
Código do texto: T277812
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Arena O Bardo
Tatuí - São Paulo - Brasil, 28 anos
4 textos (226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:20)