Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RIO TRISTE

Pergunto ao rio que corre
Porque está triste e infeliz
Por muito que perguntemos
O rio nada nos diz

Ao percorrermos as margens
Quer para cima quer para baixo
Pobre rio anda triste
Sempre sempre, cabisbaixo

Rio que sofre em silêncio
Sem fazer grande alarido
Porque outros rios maiores
Já fazem muito ruído

Rio pequeno sem força
Com caudal pouco profundo
Já pouca importância tem
Para poder gritar ao Mundo

Outros rios com mais força
Com muitos afluentes
Juntaram as suas águas
São agora imponentes

Pobre rio que é pequeno
E sem forças para lutar
Olha triste para as margens
Pois só lhe resta chorar…
Mário Margaride
Enviado por Mário Margaride em 30/11/2006
Reeditado em 01/12/2006
Código do texto: T306099
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mário Margaride
Portugal, 64 anos
373 textos (27598 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 23:59)
Mário Margaride