Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para vocês: homens. Homens ou homens? E para Mulheres também.

Existem pessoas que ainda questionam a existência do feminismo. Mas, não questionam a existência do machismo!

Será que em nossa Sociedade Brasileira tão patriarcal, egoísta, hipócrita, racista, individualista, machista onde não há princípios realmente valorosos, onde as minorias que na realidade são maiorias e mesmo assim ainda sofrem discriminação em todas as horas do dia e da noite, onde as mulheres ainda ganham menos do quê os homens mesmo provando serem tão melhores quanto ou mais competentes do quê os seus colegas de profissão (homens).

Onde a expectativa de vida de uma mulher negra ainda é divulgada com uma estimativa de qualidade de vida baixíssima e sua taxa de mortalidade alta. Onde crianças sofrem violência física, moral e psicológica. Onde os idosos são o futuro do nosso País, mas têm os seus Direitos todos violentados dia após dia quando recebem aposentadorias vergonhosas, que não custeariam nem uma cesta básica para o mês.

Será que neste Brasil só existe reconhecimento profissional, sucesso, glórias, fama, dinheiro, poder, amizades, vida social, vida amorosa, vida equilibrada, vida pacífica, para àqueles homens que ironicamente não são nada pacíficos? Na realidade são totalmente amorais ou/e imorais.

Vejam bem: Refiro-me a uma grande parcela da população masculina (não estou generalizando o mundo masculino, existem homens maravilhosos) ainda do século XX e do século XXI que cresceu sob uma tutela familiar onde lhes foi ensinada uma educação falsa, em quê homens e mulheres devem ser tratados em "pé" de desigualdade social e hierárquica.

Ainda no século XX mesmo acompanhando todos os avanços e lutas das mulheres em esferas mundiais, mesmo não querendo enxergar o quanto as mulheres pensam, raciocinam, trabalham, sustentam lares, sustentam filhos, famílias inteiras (muitas vezes sozinhas, assumindo todas as responsabilidades de uma gestação para si), mesmo assim somos obrigadas a ouvir piadinhas e palavras desrespeitosas, gestos obscenos, sofrermos assédios morais, sexuais em nosso ambiente profissional, sofremos violência física, moral e psicológica, quando não ocorre o estupro ou o ilimitado com requintes de crueldade: o feminicídio.

Feminicídio que vem a ser o ato de matar uma mulher pelo fato de ser mulher. Que lógica abrange esta sociedade que torna imunes assassinos de vidas e sonhos de mulheres? Quando um homem mata uma mulher geralmente temos a triste constatação que ele recebe até apoio feminino em alguns casos. Para vocês, isto não é estarrecedor?! A existência de mulheres misógenas que boicotam outras mulheres por terem sido criadas no regime machista através de uma outra geração de mulheres que carregou o ranço nas costas da falta de liberdade de pensamento e atitudes femininas.

A questão é simples e bem resumida pode ser dita assim: A diferença é que o machismo mata e o feminismo salva vidas!
Não estou querendo dizer aqui neste artigo que uma pessoa é melhor porquê é um homem ou porquê é uma mulher.

Para uma pessoa ser melhor ela precisa entender-se enquanto Ser Humano. E enquanto seres humanos todos temos qualidades e defeitos. Todos temos erros e acertos. Todos temos necessidades! Todos se nascemos... morreremos! E seremos enterrados ou cremados ou enviados para um outro planeta pois a ciência está evoluindo.

Pois, é! A ciência evolui á cada segundo. O mundo também evolui. Está na hora deste País chamado Brasil evoluir também! Está na hora de despertar. Basta! Chega de tanta violência, de tanta guerra civil, de tanta sacanagem, tanta babaquice, tantas personalidades sem caráter, que julgam sem analisar a essência das pessoas.

Basta das pessoas que não cansam de apontar o dedo! Esquecendo-se que quando apontam um dedo para outra pessoa os outros quatro dedos voltam-se para elas mesmas.
E como são tão medíocres deixam de observar as suas fraquezas mesquinhas, tacanhas, famigeradas, descabidas. Sentimentos como a inveja, o rancor, o ódio ganham mais espaço neste mundo.
E o meu grito vai aqui para ecoar que é preciso de amor.
Não este amor obsessivo e transtornado, que não é amor!
Não menciono o amor sexualizado. O amor Eros, não.

Mas digo do amor pelo Universo, do amor pelo planeta, do amor, pela Terra, pela chuva, pelos rios, pelos alimentos, pelo Sol, pelo Céu, pelo Ar, pelo Mar, pela Água, pelos animais, pelas florestas, pelas crianças, pelos idosos, pela natureza, pelos livros, pelas amizades verdadeiras e leais, pela família.
Tanto amor para ser distribuído nesta vida!

Incrível como ainda existem pessoas que só dissipam crueldade ilimitada. Infelizmente temos homens e mulheres neste jogo torpe de maldades, mas os vencedores deste jogo de Reis e Rainhas ainda são: os homens sem alma, coração e razão.

Minhas palavras finais irão para os raros homens que podem ser chamados de Homens por assumirem todas as suas responsabilidades e respeitarem os Direitos Humanos, os Direitos conquistados por nós mulheres, crianças, idosos. A estes Homens dedico os meus Parabéns!

Para nós mulheres, segue um conselho: Sejamos mais unidas no dia a dia, para que não venham momentos de pura dor em nossa casa, nosso ambiente profissional, menos ciúme, menos inveja, menos calúnia, menos difamação, menos intrigas, menos fofocas, mais respeito pelo Ser Humano que você é: Mulher e pelo Ser Humano que está ao seu lado, atrás de você ou à sua frente, seja ele ou ela quem for.

Atenção! Mulheres: antes de proclamarem amor único e insubstituível por um homem lembrem-se de proclamarem todos os dias da sua existência "EU ME AMO! EU SOU UMA MULHER QUE SE AMA E QUE NUNCA DEIXARÁ DE SE AMAR DE MANEIRA ALGUMA."

E quando estiverem afim de soltar a sua voz, por favor entendam... Que palavra, por palavra você é uma pessoa se entregando, mesmo que o seu canto não seja o mesmo canto para os outros que você esteja ouvindo, mesmo assim CANTE, nunca desista de cantar, de soltar a sua voz para o mundo ouvir quem você é e o que têm pra falar! Use a sua voz, pra sorrir, cantar, amar, sentir, vibrar, viver, existir e lutar. Juntas somos mais fortes!

Andréa Ermelin
10 de Janeiro de 2018.
Quarta-feira
Salvador-BA/Brasil.
Às 08:10h (manhã)  
Andréa Ermelin de Mattos
Enviado por Andréa Ermelin de Mattos em 10/01/2018
Código do texto: T6221991
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Andréa Ermelin de Mattos
Salvador - Bahia - Brasil
357 textos (16511 leituras)
2 áudios (207 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/20 01:37)
Andréa Ermelin de Mattos