Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
HPV - Vacina - Saiba se prevenir

VACINA CONTRA O CÂNCER DO COLO DE ÚTERO
(Artigo do Dr José Luiz de Magalhães Rios para o Clube da Dona Menô)

A vacina contra o HPV previne o segundo câncer mais comum nas mulheres.
Em todo o mundo o câncer do colo de útero é a segunda maior causa de câncer em mulheres - atrás apenas do câncer de mama. Pode ocorrer em qualquer idade, mas a maioria das mulheres diagnosticadas com esse câncer tem entre 35 e 55 anos de idade. Muitas dessas mulheres foram expostas ao HPV na adolescência ou na faixa dos 20 anos.

O que é o HPV ?

O HPV (Vírus do Papiloma Humano) é um vírus comum que afeta tanto homens quanto mulheres. Existem mais de 100 tipos de HPV, mas cerca de 30 afetam a área genital. Alguns deles podem causar verrugas benignas na região, chamadas de condilomas. Mas outros provocam mudanças nas células do colo do útero, que se não tratadas, podem se tornar cancerosas e levar ao pré-câncer ou ao câncer.

O HPV é muito comum?

Qualquer pessoa que tenha atividade sexual está sujeita a adquirir o HPV. Cerca de 25% da população está infectada pelo HPV. Como muitas pessoas portadoras não apresentam nenhum sinal ou sintoma, elas podem transmitir o vírus mesmo sem saber. Por ser altamente contagioso, é possível adquirir o HPV com uma única exposição. Estima-se que muitas pessoas adquirem o HPV nos primeiros 2-3 anos de vida sexual.

Todas as mulheres que têm HPV terão câncer de útero?

Felizmente, a maioria das mulheres consegue eliminar o HPV pela ação imunológica do organismo. Algumas, porém, podem desenvolver verrugas genitais ou alterações no colo do útero, que, se não tratadas podem evoluir para o câncer depois de anos. Isso acontece com cerca de 2% das mulheres contaminadas pelo HPV. No entanto, o HPV é responsável por mais de 95% dos casos de câncer de colo de útero. O exame preventivo ginecológico (Papanicolau) é o método mais eficaz para detectar e tratar as lesões que podem evoluir para o câncer.

Como evitar a contaminação pelo HPV? 

Para reduzir o risco de adquirir o HPV, deve-se ter os mesmos cuidados necessários para a prevenção da AIDS: limitar o número de parceiros sexuais e usar preservativo. No entanto, o preservativo não é um método absolutamente seguro, pois o HPV pode ser transmitido pelo contato pele-pele, mesmo sem a penetração.
A novidade é a chegada da primeira vacina capaz de prevenir a infecção pelos dois tipos mais perigosos de HPV, o 16 e o 18, responsáveis por 70% dos casos de câncer de útero. Essa vacina protege também contra os tipos responsáveis por 90% das verrugas genitais, os HPV 6 e 11. Essa vacina é capaz de prevenir a infecção pelo HPV e as doenças causadas pelo vírus em quase 100% das mulheres.

Qualquer mulher pode ser vacinada contra o HPV?

A recomendação é que a vacina seja aplicada antes ou no início da vida sexual, quando a mulher ainda não se contaminou: dos 9 a 26 anos. São necessárias 3 doses para que a imunização seja perfeita. No entanto, não existe proibição de se vacinar mulheres de outras idades. Da mesma forma, por proteger contra 4 tipos de HPV (quadrivalente), mesmo a mulher já contaminada por um tipo de HPV pode se prevenir contra os outros tipos que fazem parte da vacina.

Vale à pena vacinar contra o HPV?

Se já existisse uma vacina para prevenir a AIDS, você deixaria de se vacinar, ou de vacinar sua filha adolescente, antes ou no início da vida sexual? Por que, então, não se proteger do risco do câncer de útero com uma vacina que já existe? Por envolver uma tecnologia muito especial – é a 1.ª vacina contra um câncer – seu preço é caro, o que pode restringir o acesso de muitas mulheres interessadas.
Esta vacina não está sendo disponibilizada nos serviços da rede pública.

Dr José Luiz de Magalhães Rios
Alergia e Imunologia
CRM 52 38326-9

Leiam mais temas médicos para leigos em
http://www.clubedadonameno.com

Todos os textos sobre HPV:

Leila Marinho Lage
Enviado por Leila Marinho Lage em 08/12/2007
Reeditado em 23/05/2008
Código do texto: T769398

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Leila Marinho Lage
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 62 anos
1105 textos (781875 leituras)
25 áudios (20337 audições)
144 e-livros (55244 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 20:01)
Leila Marinho Lage

Site do Escritor