Capa
Cadastro
Textos
┴udios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre o autor
AcauŃcompositor
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6 textos (74 leituras)
2 ßudios (87 audiš§es)
(estatÝsticas atualizadas diariamente - ˙ltima atualizašŃo em 24/01/19 11:57)
AcauŃcompositor

Textos do autor
┴udios do autor
Perfil
O cantor e compositor ACAUÃ, é referência de qualidade na MPB dentro e fora do Brasil. Com uma carreira de mais de 15 anos, ele virou noticia em diversos meios de comunicação pela Europa e hoje investe em seu novo trabalho intitulado "Pelas Esquinas". Biografia Nascido em Salvador-BA, Terra da Magia, do ritmo e da Poesia, Acauã foi criado em uma família de sete irmãos num bairro da periferia Soteropolitana. Desde cedo incentivado pela música que ouvia no seu lar e a musicalidade vigente existente nas ruas de Salvador, aprendeu autodidaticamente a tocar violão, formando assim uma parceria indispensável. Tocou e cantou nos bares e casas noturnas da Bahia. Onde ganhou experiência como músico. Com os mestres (Tom Jobim, Stevie Wonder, Djavan, Caetano, Gil, etc…), apurou o gosto pela composição (Amônia, ritmo, poesia) e assim nascia também o compositor que com o tempo vem conseguindo reunir elementos essenciais na composição da sua música. Em 1992, sentindo necessidade de ampliar seus projetos, Acauã chega ao Rio de Janeiro, e bem rapidamente assegura a sobrevivência, apresentando-se em bares desta cidade. Estreita contatos com produtores, até que em 1994 assina contrato com a gravadora Koalla Records para lançar seu primeiro álbum (Marfim). Um repertório focado nas suas influências (jazz, samba, Baião etc…). Um trabalho autoral produzido com arranjos suaves e poesias inspiradoras, como na canção "Amor de Marfim" "…Quero a razão, mesmo quando a emoção bata assim, de jeito forte entre pedras de mim, um amor de Marfim." Com esse CD o artista lança-se no mercado fonográfico. Em 2002, indicado por (Altair Veloso) compositor de sucesso, Acauã brinda ao seu reconhecimento como compositor, assinando um contrato de exclusividade com a editora Worner Chappel, começando então a compor para o repertório do seu segundo álbum (Figura). O músico convida Arthur Maia (baixista e produtor musical) para produzirem seu novo cd. Preocupado em não ser repetitivo, ele busca dentro do seu estilo, um som mais dançante. Outro grande aliado de Acauã nesse projeto é o guitarrista e produtor Robertinho do Recife, que após conhecer seu trabalho, diz "gosto muito de suas canções e o modo com que ele as coloca. A Bahia não só esta produzindo axé music. Um novo talento surge na MPB". E assina a direção artística do CD Figura, que é lançado por sua gravadora "special" com distribuição da Sony Music. Acauã vem conquistando seu espaço não só no Brasil mais também na Europa, onde desembarcou na cidade de strasbourg (França), divisa com Alemanha, e Suíça. Ali o cantor percebeu que sua música podia reverberar pelo mundo. A cada apresentação, a aceitação do publico europeu é maior, o cantor já se apresentou em festivais, na França, Bélgica, Alemanha, Suíça, Portugal, Espanha, sempre com suas composições. um público apreciador da sua música, o acompanha nos shows. Pelo segundo ano consecutivo o cantor faz turnê em Palcos da Europa, dividindo a cena com artistas de grande prestigio como Chico Cesar, no Festival de Offenburg de 2004, Bonga (grande artista africano de sucesso na Europa), no samba festival de 2005 na Alemanha. Aproveitando o boa fase internacional, o músico lança seu terceiro álbum sugestivamente intitulado de "Pelas esquinas". O CD contém dez faixas. O artista vê a composição como elemento principal do seu trabalho. Na Europa o lançamento do cd "Pelas esquinas" aconteceu nos palcos dos Festivais de Verão, onde uma platéia atenta, prestigia o som de Acauã. Com muita personalidade, o músico vem conseguindo impor com frescor, seu canto, sua poesia, sua música, Pelas esquinas do mundo.

Em 2002, indicado por Altair Veloso, Acauã inicia uma nova fase assinando com a editora Warner Chappell. Começou a preparar o repertório do CD “Figura”, seu segundo álbum, convidando o músico Arthur Maia para produzir este novo trabalho. Preocupado em não ser repetitivo, ele busca dentro do seu estilo, um som mais dançante. Outro grande aliado de Acauã nesse projeto é o guitarrista e produtor musical Robertinho do Recife, que após conhecer seu trabalho diz: “Gosto muito de suas canções e o modo com que ele as coloca. A Bahia não está só produzindo axé music. Um novo talento surge na MPB”. Robertinho assina a produção artística do CD “Figura” e lança o álbum por sua gravadora “Special” com distribuição da Sony Music.

Acauã vem conquistando seu espaço também na Europa, apresentando-se em Festivais de Verão Europeu como o “Festival de Offenburg” (Alemanha) em 2004, “Samba Festival” (França) em 2005, “Festival Paris-Brasil” (França) em 2006, dividindo a cena com artistas de grande prestígio, como Chico César e Bonga, grande artista africano de sucesso na Europa. Foi destaque em outras casas de espetáculos como a “Casa da América Latina de Paris”, “Le Baiser Salé”, famosa casa do jazz parisiense onde grandes mestres do seguimento já se apresentaram.


DISCOGRAFIA

Atualmente, o músico vem realizando shows e divulgando seu terceiro álbum intitulado “Pelas esquinas”.

1994 - “Marfim”
2002 - “Figura”
2007 - “Pelas Esquinas”


Última atualização em 24/01/19 11:57