Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre a autora
veronica eugenio
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil, 59 anos
39 textos (2543 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/08/20 04:25)
veronica eugenio

Textos do autor
Perfil
Quantas vezes, sinto-me um anjo
que não sabe voltar para o céu.
Nesses momentos, minhas lágrimas são estrelas;
meu coração segue o ritmo da vida,
minha alma ganha asas,
tocando as portas do céu
os versos meus...

Não recordo qual foi meu primeiro poema,versos..lembro-me apenas da primeira vez que ouvi os versos que nunca mais sairam da minha mente. Tinha apenas 8 anos, era dia de prova de leitura , quando a professora pediu a uma colega em sala de aula, que fizesse a leitura..Tudo ficou na penumbra..os versos foram penetrando minha alma, invadindo meu ser, quando vi, tinha lágrimas nos olhos..
Os versos eram de Cecília Meireles..O poema? O último andar..
* * *
No último andar é mais bonito:
do último andar se vê o mar.
É lá que eu quero morar.

O último andar é muito longe:
custa-se muito a chegar.
Mas é lá que eu quero morar.

Todo o céu fica a noite inteira
sobre o último andar.
É lá que eu quero morar.

Quando faz lua, no terraço
fica todo o luar.
É lá que eu quero morar:

Os passarinhos lá se escondem,
para ninguém os maltratar:
no último andar.

De lá se avista o mundo inteiro:
tudo parece perto, no ar.
É lá que eu quero morar:

o último andar.


* * *


Última atualização em 11/08/20 04:25